Mostrar mensagens com a etiqueta Mensagem do dia. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Mensagem do dia. Mostrar todas as mensagens

julho 15, 2016

o fim de semana está aí...



... e com ele venha a ausência de horários, o convívio com os amigos, o mergulho no mar, as experiências na cozinha, e o picnic inesperado. venham os beijos e os mimos, a dedicação a quem mais amamos, que venham esses dois dias cheios de amor!



Bom fim de semana!


Sofia**














maio 19, 2016

Dia da Criança








Adoro brinquedos de madeira, não só pelo impacto menor que produzem no ambiente, como pelo efeito visual que provocam. Deixam sem dúvida qualquer quarto mais bonito, mesmo que desarrumado! :)
Os brinquedos de madeira levam-nos a viajar à nossa infância em que o plástico era menos comum, e estes em particular, acho que podem dar momentos muito divertidos aos nossos pequenos e levar até os pais que não adoram brincar, a divertirem-se também!



Podem encontrá-los na loja Nheko, da querida Alexandra!


E divirtam-se, sempre!


Sofia**





instagram @sofia_ferr




maio 11, 2016

mensagem do dia, para todas as que precisam de coragem!





Uma amiga colou esta mensagem no meu mural do facebook ontem. Ainda estou a pensar nela... sobretudo na parte final!



Bom dia e coragem!!


Sofia**





instagram @sofia_ferr







abril 20, 2016

Juntos Somos Mais Fortes





Gosto tanto! A voz da Marisa Liz é inconfundível, as músicas poderosas, e este videoclip transmite a alma da letra.



Espero que gostem tanto como eu!





Sofia**





março 24, 2016

Ama!









"Quando se ama, naquele exacto segundo em que se ama, tem que se acreditar que é para sempre. Mais: tem de se ter a certeza de que é para sempre. Amar, mesmo que por segundos, mesmo que por instantes, é para sempre. E é isso, essa sensação de segundos ou de minutos ou de dias ou de horas ou meses, que é para sempre. Ama. Ama por inteiro.
Ama sem nada pelo meio. Ama, ama, ama, ama. Ama. Porque é só por aquilo que te faz perder a respiração que vale a pena respirar."




Pedro Chagas Freitas, in "Eu sou Deus"














março 22, 2016

hoje



instagram @sofia_ferr


Há algo de arrebatador quando olhamos o mar sem fim, com o seu azul forte e as suas ondas que libertam sons apaziaguadores.
Quando tudo te faltar, vai ter com o mar. Primeiro olha-o de frente, depois fecha os olhos. Inspira. Expira. Escuta as ondas. Vais ver que sairás de lá, senão com respostas, com a alma lavada e as energias renovadas.


Bom resto de semana,

Sofia**















fevereiro 27, 2016

em modo fim de semana


instagram @sofia_ferr




Depois de uma semana difícil, recheada de emoções, mas com um ponto altíssimo e muito feliz, aqui estou, no colo da mãe, a recarregar baterias para o que aí vem!
Bom fim de semana!


(um fim de dia de Verão, estação maravilhosa que me inspira!)



Sofia**


janeiro 12, 2016

12 de Janeiro de 2016 - 4 anos // January 12th - 4 years


"Eu não preciso de ti. Tu não precisas de mim. Mas, se tu me cativares, e se eu te cativar... Ambos precisaremos um do outro." (Saint-Exupéry)




Olá! O meu nome (também) é Sofia, bem-vindos ao meu blogue!


Esta página já foi muito descritiva. Descrevi quem era, do que gostava, quem amava, onde vivia, o que fazia. Tentei cativar-vos através de adjectivos, de palavras doces, com algumas metáforas na tentativa de vos prender com a primeira leitura.
Mas depois percebi: ninguém me cativa à primeira vista, ao primeiro olhar, com a primeira conversa. Como posso eu querer fazer isso?! A conquista leva tempo, é um processo que se desenrola ao sabor das vontades, dos gostos, das preferências, dos interesses. Não é instantânea!
Por isso convido-vos a entrarem no meu mundo, a conhecerem-me através das minhas partilhas, escritas, das minhas imagens. Naveguem por estas páginas que celebram quatro anos, viajem e deixem-se cativar.
Cativem-me também com as vossas palavras, partilhem também quem são, se assim o entenderem, e estaremos aqui uns para os outros!


Obrigado por passarem por aqui!



Sofia**

------

"I do not need you. You do not need me. But if you tame me, and if I catch you ... We'll both need each other." (Saint-Exupéry)



Hello! My name (also) is Sofia, welcome to my blog!

This page has been very descriptive. I described who i am, what i liked, who i love, where i lived, what i did. I tried to captivate you through adjectives, sweet words, with some metaphors in an attempt to arrest you with the first reading.
But then I realized: no one captivates me at first sight, at first glance, with the first conversation. How can I want to do that ?! Winning takes time, is a process that unfolds at the mercy of wills, tastes, preferences, interests. It is not instantaneous!
So I invite you to enter in my world, to know me through my shares, written, and my images. Navigate and travel through these pages that celebrate four years and let yourself be captivated.
And captivate me with your words also share who they are, if they wish, and we will be here for each other!


Thank you for going through here!


Sofia**




email: sunset.sofia@gmail.com


                               Também nos podem seguir aqui:                                 

                               FACEBOOK - INSTAGRAM - PINTEREST - BLOGLOVIN

dezembro 21, 2015

Feliz Natal!

Para todos os que aqui passam ao longo do ano, para os que só agora aqui chegaram, para os que vão voltar e também para os que vão esquecer: 
Desejo-vos um Natal feliz, rodeados de quem amam e de quem vos quer bem. Um Natal quentinho, à lareira ou com mantinhas nas pernas, com velas e enfeitar a mesa, à volta das rabanadas, do leite creme e do bacalhau. Desejo uma árvore com as prendas que mais desejaram, porque os melhores presentes não se compram!



Deixo-vos esta prenda que me recorda este momento imensamente feliz, que é no seu todo, o meu desejo para o vosso Natal e para 2016: muitos momentos muito felizes!



(não se vê bem, mas ponham bem alto e oiçam! :)





Boas Festas,

Sofia**






outubro 30, 2015

(um texto que não é meu....





Um jovem advogado foi indicado para inventariar os pertences de um senhor recém falecido. 
Segundo o relatório do seguro social, o idoso não tinha herdeiros ou parentes vivos. 
Suas posses eram muito simples. O apartamento alugado, um carro velho, móveis baratos e roupas ruídas. 


“Como alguém passa toda a vida e termina só com isso?” - pensou o advogado. 


Anotou todos os dados e ia deixando a residência, quando notou um porta-retratos sobre um criado mudo.
Na foto estava o velho. Ainda era jovem, sorridente, ao fundo um mar muito verde e uma praia repleta de coqueiros.
À caneta escrito bem de leve no canto superior da imagem lia-se “sul da Tailândia”.

Surpreso, o advogado abriu a gaveta do criado e encontrou um álbum repleto de fotografias.
Lá estava o senhor, em diversos momentos da vida, em fotos em todo canto do mundo.
Em um tango na Argentina, na frente do Muro de Berlim, em um tuk tuk no Vietnã, sobre um camelo com as pirâmides ao fundo,
tomando vinho em frente ao Coliseu, entre muitas outras.

Na última página do álbum um mapa, quase todos os países do planeta marcados com um asterisco vermelho,
indicando por onde o velho tinha passado. Escrito à mão no meio do Oceano Pacífico uma pequena poesia:

Não construí nada que me possam roubar.
Não há nada que eu possa perder.
Nada que eu possa tocar,
Nada que se possa vender.
Eu que decidi viajar,
Eu que escolhi conhecer,
Nada tenho a deixar
Porque aprendi a viver...





... mas que retrata o que quero para mim: uma gaveta cheia de fotografias vividas!)


Bom fim de semana!



Sofia**








julho 31, 2015

Instagram com vida(s)

Desde que descobri o Instagram e criei a minha conta sou cada vez mais fã desta rede social. Gosto da rapidez com que postamos fotos, fazemos like, das viagens que podemos fazer pelo mundo na simplicidade de um clique e à velocidade de um wi-fi. 
Sigo contas reais, com imagens bonitas, sobretudo de comida e pessoas com vida, mães, mulheres, que mostram o seu dia a dia em modo q.b., e mesmo quando a sua vida está um caos conseguem traduzi-lo em imagens maravilhosas.
Sigo a Shelley e a Bethany há algum tempo, por todas as razões que já enumerei. A primeira vive na Austrália, país que me fascina e tem uma família linda. A segunda é blogger, partilha coisas interessantes, e está a aumentar a família.


Instagram Shelley 





Instagram Bethany Menzel

Confesso que às vezes ligo mais às imagens do que o que vem escrito em baixo. É o problema da rapidez do clique/like. E imagens assim, dizem tudo não é?! Não. Infelizmente, não. 
Ao viajar por estas contas, nos últimos dias, ambas me deixaram de lágrimas nos olhos, a equacionar tudo, e perplexa perante a velocidade maior a que a vida corre e pode mudar de um dia para o outro, de um segundo para o outro. Literalmente. 

Shelley e o marido, num dia como outro qualquer, jantaram, deitaram as crianças e relaxaram no sofá o descanso merecido depois de mais um dia de rotinas familiares e profissionais. Deitaram-se, e minutos depois o marido de Shelley, pai das filhas, morreu de ataque cardíaco fulminante. Assim, sem aviso, sem doença prévia, sem sinais. Partiu.
Bethany, estava grávida do segundo filho. Tudo corria bem, e como qualquer gravidez em condições "normais", a família vivia feliz e tranquila este momento pleno de alegria. Às 32 semanas, Goldie resolveu nascer, demasiado cedo e imatura, e dez dias depois Bethany e o marido tiveram que tomar a decisão mais difícil das suas vidas. Goldie partiu.

Desculpem se vos trago hoje histórias tristes, sabem que não é o mote deste blogue, mas são histórias reais que me tocaram, que me fizeram pensar. Coloquei-me no lugar de cada uma e não posso imaginar a sua dor. Também eu tenho filhos, também eu tenho um marido que adoro. Perdê-los assim, de repente? Perdê-los sequer...
Perguntei-me se teria coragem de partilhar assim a minha história num momento tão delicado, expô-la ao mundo, lidar com o que vem do outro lado. (muita força, imagino). Ponderei que partilha não é só feita de momentos felizes, que a vida é mesmo isto, momentos felizes, conquistas, perdas, lágrimas...

As imagens, todas elas maravilhosas, não revelam a escuridão que deve estar do outro lado, e ainda assim não são falsas, não são maquiadas, são repletas de amor, amores diferentes mas cada um deles precioso, e que não se deviam perder...

Hoje deixo um beijinho muito especial a quem está a passar por uma perda terrível como estas. Não se isolem, arranjem uma forma de conseguir a força que vos falta neste momento, rodeiem-se de gestos e palavras que vos ajudem neste momento difícil. 




Sofia**



julho 20, 2015

Segunda é dia de partilha: 15 dicas para uma vida mais simples!*

Acho que todos procuramos maneiras de tornar a nossa vida mais simples de forma a podermos aproveitá-la melhor. Aproveitando este ambiente de férias e descontracção, a que sucede normalmente um período de reflexão do tipo "Depois das férias vai ser vida nova!" deixo-vos estas dicas que li e que vou tentando por em prática. Espero que gostem! :)


1. Livra-te dos bens desnecessários. Por aqui a mudança de casa foi um óptimo pretexto para nos livrarmos do que não precisamos (e mesmo assim, ficou alguma coisa). Demos por nós a ver coisas que já nem sabíamos que tínhamos e a pensar: para quê guardar?! Claro que algumas coisas têm valor sentimental, mas o importante é lembra-mo-nos dos momentos que passámos com elas e as memórias que guardamos. A regra do 1 para 1 pode ajudar: se comprares algo novo, doa algo velho.

2. Rodeia-te de pessoas boas. Às vezes pode ser difícil reconhecer um relacionamento que não é positivo. É bom manter um pequeno círculo de verdadeiros amigos ao nosso redor e depositar neles o nosso tempo e atenção. Nem sempre é necessário cortar o relacionamento menos positivo completamente, basta manter espaço suficiente para nos mantermos sãs.

3. O teu tempo é valioso. Desperdiçamos demasiado tempo com coisas sem importância, que não nos fazem bem ou que simplesmente não nos acrescentam nada. Aprender a usar o nosso tempo com coisas que são importantes para nós e para os que nos são mais queridos pode ser uma mais valia para sermos mais felizes.

4. Pensa positivo. Muitos de nós passamos tempo demais preocupados com o passado e o futuro em vez de viver no presente e ao fazê-lo, perdemos uma série de momentos felizes. É bom preocupar-nos de uma maneira geral, mas estar constantemente a pensar "e se" pode ser muito desgastante. Tenta ser optimista, e quando algo dá errado, pensa positivo e dá a volta por cima!

5. Organiza as tuas metas. Todos nós temos uma bucket list, coisas que queremos fazer até determinada altura da nossa vida.  A melhor maneira de começar é fazer uma lista de coisas que queremos realizar e perceber o que é mais importante para nós. Colocar essas coisas em

junho 29, 2015

Segunda, é dia de partilha!




Encontrei estas duas lojas online e não podia deixar de partilhar com vocês.
Na Filanthropik,  podem encontrar umas sandálias e malas lindas que têm tudo a ver com a combinação perfeita que se quer no Verão: cor e descontracção. E sobretudo para quem é mãe de meninas, podem também andar a fazer pandant, algo que para mim é mais difícil... (risos) Infelizmente não consegui imagens com qualidade suficiente para vos mostrar, mas adorei esta mala, que está definitivamente na minha wishlist!!

E depois, na mesma onda, mas para quem também quer dar uma cor à casa, pode encontrar aqui  na SoukShop, tapetes e almofadas maravilhosos, entre outras peças que vão fazer a diferença no vosso lar e no vosso visual também!

Espreitem e depois contem-me se gostaram!!

Kisses,

Sofia**



P.S. - Podem ver mais segundas assim aqui!






março 04, 2015

Acredita, acredita!


Uma das decisões para 2015 era escrever mais e melhor no blog, dar-lhe um twist mantendo a sua essência, fazê-lo crescer a um ritmo compassado com o coração... Pois, estão a ver no que andam os meus planos!! Acho que em três anos, a actividade por aqui nunca foi tão fraquinha...
Mas não fiquem tristes, em breve estarei de volta ao activo, com posts novos e fresquinhos!

(Entretanto podem seguir-nos através do Instagram, não está tão activo como gostaria, mas estamos lá!)


Kisses, 

Sofia

fevereiro 10, 2015

5 dicas para sermos namorados todos os dias


Com a correria do dia a dia e para quem tem filhos, sobretudo, o tempo para namorar é pouco ou por vezes nenhum. Infelizmente. Mais do que uma data marcada no calendário é fundamental não nos deixarmos levar pela rotina, pelo cansaço e pelo é-garantido-que-amanhã-continuas-aí! (contra mim falo, também!)
Se pensarmos bem, há sempre momentos ao longo do dia em que podemos lembrar o outro que mais do que marido e mulher, pais de filhos, e profissionais, continuamos a ser... namorados! 

Vou dar alguns exemplos:

1) Porque não deixar uma mensagem romântica, escrita no espelho da casa de banho, para ele acordar com um sorriso?

2) Se trabalham relativamente perto um do outro podem combinar um almoço a dois, um lanche a meio da manhã ou da tarde, uma vez por outra, longe dos gritos dos miúdos e com conversa de adultos!

3) Fazer o jantar todos os dias pode não ser divertido, mas pode tornar-se interessante. Porque não põem uma música de fundo enquanto cozinham? É possível que aumentem as probabilidades de acabarem a dançar os dois quando ele for à cozinha perguntar o que é o menu! 

4) E por falar em jantar, porque não combinam um jantar a dois, mas saem de casa separados por alguns minutos e sem se verem antes? Assim, encontram-se já no restaurante pautados pela emoção de um primeiro encontro!

5) Um beijo, um simples beijo! De manhã, à tarde ou à noite, físico ou enviado por sms, o importante é não deixar morrer esse gesto de amor. Afinal, tudo começou com um beijo, certo? 

E desse lado, têm tempo para namorar? Adorava que partilhassem as vossas dicas para manter o amor no ar!


Kisses,

Sofia


Esta foto é do Pinterest, mas podia muito bem ser nossa! ;)



janeiro 12, 2015

12.01.2015 - Parabéns!!!


Tudo começou num dia sem qualquer significado, ao contrário do que é habitual para mim. Uma ideia que ganhava forma há algum tempo ganhou força nos meus dedos no dia 12.01.2012. O primeiro post foi recheado com a chamada conversa de circunstância, talvez porque falava com um estranho ou com o vazio. Engraçado que na altura pensei que talvez fosse o primeiro e o único post que escreveria. Hoje sei que era impossível. Tenho muito mais para deixar escrito do que imaginava, porque em último caso, este será sempre um registo valioso para deixar aos meus filhos e onde poderei sempre voltar a reviver histórias da minha vida. 
Por outro lado, para quem aqui chega só agora, sei que poderá rir-se com as diabruras dos meus dois rapazes, emocionar-se com alguns momentos que aqui descrevo, tirar receitas simples e ideias giras que aqui publico, ou vir ver as fotografias que aqui partilho dos nossos passeios e viagens!
Já se tornou um vicio vir aqui escrever, adoro, e espero que isso se reflicta para quem me lê. E como é uma ocasião especial, aproveito e revelo-vos mais sobre mim: tenho a mania de tirar as etiquetas da roupa (desde miúda que me fazem confusão); volta e meia dou cabo das minhas unhas; e ando numa de dar um belo corte no meu cabelo. Amo ver nascer o sol, gosto de um bom café com leite e pão com manteiga pela manhã, sou fã de programas de tv e blogues de culinária, adoro bolo de chocolate com frutos vermelhos, e quero muito voltar ás minhas corridas! (Percebem porquê, não é?!)
Se ficarem por aqui, prometo que vão saber muito mais!


Kisses,

Sofia

janeiro 08, 2015

janeiro 06, 2015

Ano novo, vida nova!



Ouvi a minha mãe dizer esta frase a cada novo ano, talvez por coincidir com o fim das férias em que andávamos sem rotinas nem horários, e quando chegava ali a véspera de voltar à escola, normalmente por estes dias, era ouvi-la dizer "Amanhã é ano novo, vida nova!". Não mudava grande coisa. Voltavam as regras, as horas para deitar, as actividades depois da escola, e os dias realmente bons passavam a ser só dois, os fins de semana.
Por cá regressamos amanhã à rotina, já sem os brilhos do Natal, com as prendas já experimentadas e sem novidade, com regras e horários para tudo. Este ano muda a forma como nos vamos organizar, os objectivos a que nos vamos propor, nas mais diferentes áreas. Queremos mesmo cumpri-los, e para isso vão estar escritos e vão ser concretos. Pode parecer-vos mais do mesmo, mas se há coisa que o curso de coaching me mostrou, é que se formos realmente objectivos e assertivos na vida e no que queremos para nós, tudo é possível.
Os nossos desejos (vamos chamar-lhes assim) serão para concretizar ao longo destes doze meses, e não de um dia para o outro. Nada se consegue de um dia para o outro.
Serão específicos e objectivos. Não vale a pena desejarmos amor e felicidade, temos que esepcificar em que se traduz essa felicidade para nós. Temos que estabelecer o quê, quando, onde, e como vamos alcançar o que queremos?
Devem, acima de tudo, ser fruto da nossa vontade, do nosso trabalho e esforço. Não podemos contar com terceiros para realizar aquilo que queremos para nós, o que queremos nosso.

Os meus desejos para 2015 vão estar escritos, e serão revelados à medida que os alcançar. 
Para vocês desejo que consigam tudo o que desejam, tudo a que se propõem. Vão ver que os resultados serão a melhor recompensa do vosso trabalho!

Bom ano!!!

dezembro 22, 2014

chegou o dia...

 via Pinterest


Aos que passam e ficam.
Aos que lêem e gostam.
Aos que aparecem e não se esquecem.
Aos que se lembram mas não ligam.
Aos que querem comentar mas não têm tempo.
Aos que dispensam do seu tempo para agradar.
Aos que gostam mesmo. Aos que gostam assim assim. Aos que percebem o que dou de mim.
Aos leitores, aos seguidores. Aos que seguem e percebem. A todos...

Um feliz Natal e 2015 recheado do que é mais importante: AMOR!

Sofia