janeiro 30, 2017

Noites...


Duarte, 5 meses





Eles nunca ficam deitados à primeira. Há sempre uma história, um mimo, mais um beijo, e águas e xixis de perder a conta. Às vezes é chato, chega mesmo a ser esgotante, confesso. Mas também posso dizer que ultimamente, mesmo saindo do quarto deles a resmungar, quase sempre, não me sai da cabeça o "isto está a acabar". Nem sei explicar bem, afinal eles só têm seis e três. Ou já têm quase sete e quase quatro...
Hoje, depois de me zangar com tanto chamamento, rendi-me às evidências. enfiei-me nos lençóis, aconcheguei-me em cada um deles, fiz festas nos cabelos, dei beijinhos nas bochechas, sussurrei muitos "amo-te!" ao ouvido, e gravei cada sorriso seu, na minha memória e no meu coração de mãe, tão cheio. Fui tão feliz ali, naquele momento. Imensamente feliz. E sei que eles também.






Boa noite!!



Sofia**











Sem comentários: