maio 18, 2017

ele.





ele liga-me sempre, todos os dias, depois de deixar o mais velho. conta-me como foi, se ficou bem, se ouviram a campainha, ou se chegaram e foi vê-lo correr para a sala. 
ele liga-me sempre, todos os dias, alguns minutos depois de nos termos despedido. deseja-me bom dia, diz que me ama, conta-me o que vê ou o que se lembra. ele ligou-me hoje para me contar como está bonita e vistosa a árvore roxa do Aboim, que graça dá àquela rua, àquela casa, cheia de meninos, cheia de sonhos. ele ligou-me porque viu algo bonito e lembrou-se de mim.
ele.
nós.
























Sem comentários: